domingo, 7 de julho de 2013

Sinfonia do Silêncio

Nos ventos uivantes dos meus pensamentos

Ecoam lembranças de um tempo de outrora







Como melodia de uma ária em sol maior
De raios cálidos em tardes de setembro
Balançam sentimentos de tão grande nostalgia
Dos beijos apaixonados em nossa alcova
Corações compassados num mesmo ritmo
De tons inconstantes do amor sem fim
A alegria do teu riso virou tormento
Quando pela porta partiste sem volta
Dor cinza de um nublado tempo
Cercou-me a mente e fez chover em meus olhos tristes
No ar, teu perfume virou somente saudades
Por isso me pergunto se tudo isso ainda é verdade
Olhando pela janela, no frio de minha alma
Como uma sinfonia muda dentro em mim no silêncio.




Lisi Prestes

Um comentário:

  1. A paixão tem dessas coisas, sentimos o perfume e ainda a presença que não mais existe.
    Isso nos faz sonhar e viajar nos pensamentos que muitas vezes nos levam a lugar algum.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...