sexta-feira, 23 de março de 2012

A cor Púrpura

Oi pessoal

Já há alguns dias sem postar pois meu bebezinho tá dodói. OTITE!
Que já teve dor de ouvido sabe o quanto dói mesmo.
Ontem enquanto ele dormia ( passamos dois dias agoniados com febre e muuuuuuuuuuuuiiito choro) sentei para ver um filme.. que passa um milhão de vezes na HBO.

Mas sempre olho o release para ver como é.. mas tava tão cansada que não me detive em fazer isso, somente sentei e comecei a ver e não conseguia mais parar.
Bem vou dar uma resumida básica pois o filme tem quase 3 horas... É uma adaptação para o cinema de um livro de Alice Walker que conta 4 décadas da história de uma menina chamada Celie  que é abusada pelo pai e dois filhos com ele que foram vendidos a un casal de missionários Africanos.

domingo, 18 de março de 2012

Meu desejo mais intimo...

A cada passo que eu dou,
Em cada frase que eu falar,
Em cada música cantada,
Quero Te agradar, quero Te agradar,
Quero Te agradar Senhor....
Meu amor, Meu tudo,
Te adorar é o meu prazer,
Meu Senhor, Meu Dono,
A essência que me faz viver....
Só Tu És a minha canção....
Só Tu És a minha canção....




Essa é uma canção do Davi Sacer, a qual eu particularmentegosto muito, tem sido tema das minhas orações e devocionais...
Falar sobre adoração, em um primero momento parece fácil, mas não é!

Vamos partir do principio:  O dicionário Aurélio define adoração como culto a uma divindade; culto, reverência e veneração.
No sentido Bíblico, adoração vai muito além de um simples culto, muito além de reverencia mas uma intimidade com Deus, é estar na presença de Deus.
 
A palavra hebraica que mas se usa para “adoração” no velho testamento significa “inclinar-se”. É o caso, por exemplo, em Gn 18.2. A palavra grega que geralmente se utiliza no Novo Testamento é “proskuneo”, e significa “prestar honra”, tanto a Deus como aos homens.( Referencia site Shofar Music ).

Aí eu vou expandir dentro do "meu"conceito, eu Lisi: Adoração: uma expressão completa, de corpo alma e espírito, com palavras, gestos e pensamentos voltados a exaltar as grandes e imensuráveis qualidades de Deus a ponto do nosso corpo falar.

Engana-se quem pensa que adoração é exclusiva a músicos, no sentido cristão congregacional, adoração é um estilo de vida. Sim! Como alguém que decide usar roupa verde e ele é fiel àquela opção.
Todos os dias a pessoa levantará de manhã e trocará seu pijama verde por sua calça e blusa verdes, depois quem sabe se for mulher, usará um vestido verde. Entende o que eu quero dizer?

Optar por aquilo e não deixar de fazer por nada e ninguém...Adorar limpando casa, adorar lavando roupa, adorar dirigindo, adorar tomando banho, adorar em toda e qualquer situação.

Um ato fácil?? CLARO QUE NÃO!!!

Adorar requer disciplina, pois nós estamos constantemente lutando contra nossa natureza carnal ( Colossenses 3:5), por isso é necessário o "nascer de novo", abandonando as práticas antigas e adotando um novo estilo de vida.

Tenho já alguns anos dentro do cristianismo protestante, não vou usar o termo evangélico pois acho horrivel. Não a palavra em si, mas a forma a qual está sendo muito mal usada. E sei o quanto de tempo  se leva para um caráter ser construído, reconstruído ou restaurado. É um processo lento, mas que se for bem trabalhado, gera excelentes resultados, não falo do que vi  mas do que vivi,pois sou fruto dessa transformação.

Quer seja você intitulado do mais alto ou simples servo sem títulos, saiba que você é chamado a ser um adorador, alguém que tem a consciência da grande obra redentora de Cristo em sua vida e a adoração é uma forma de agradecimento.
Renda-se aos braços do Senhor em adoração, fale, cante, dance, chore, grite ou simplesmente faça como Ana, mãe de Samuel, movendo somente os lábios, mas não deixe de ser um ADORADOR.

Gostaria de dizer que essa foi somente uma pequena explanação sob o meu ponto de vista, gosto de compartilhar as coisas que eu penso e sabendo que estão cativos a Luz da Bíbia também posso expor a vocês.

Um grande abraço

Que Deus abençoe grandemente sua vida

Lisi Prestes

quarta-feira, 14 de março de 2012

Um dia você aprende!!!!!



Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto... plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!

Veronica A. Shoffstall, 





*escritora norte-americana. Seu nome original é After A While

Este poema foi escrito em 1971 pela autora quando tinha 19 anos, foi publicado no anuário da faculdade dela em 1972 e circula na Internet em muitas versões, algumas até atribuídas ao Shakespeare. É muito verdadeiro e lindo.





Um grande beijo a todas

Deus abençoe ricamente


Lisi Prestes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...